Se vai iniciar os seus tratamentos de radioterapia, saiba que:

 

Estamos cá para cuidar de si e prestar-lhe todas as informações necessárias.

Na primeira vez que vem à consulta, o nosso pessoal de receção vai recolher a sua identificação e fazer-lhe uma foto que ficará no nosso computador e também no cartão que lhe iremos entregar, onde se inscreverão o agendamento de tratamentos e consultas com o médico e outras informações importantes sobre os tratamentos.


Reservamos um espaço próprio para que possa estar confortavelmente sentado, enquanto estes procedimentos administrativos decorrem.


São, também, estes profissionais que o receberão na unidade diariamente e que consigo vão conviver ao longo do seu tratamento.

A Radioterapia é um dos principais tratamentos do cancro. Usam-se radiações para destruir ou impedir que as células do tumor aumentem, causando alterações mínimas às células normais.

 

Quais os benefícios da radioterapia?

Muitos doentes com cancro são tratados com radioterapia e o tumor pode desaparecer ficando a doença controlada ou, até mesmo, curada.


Na maioria dos casos, a radioterapia é usada em conjunto com a quimioterapia, (medicamentos específicos contra o cancro).

Se a cirurgia estiver indicada para o tratamento, a radioterapia pode ser feita antes ou depois da cirurgia, havendo habitualmente algumas semanas de intervalo.

 

 

Quais os efeitos colaterais ou secundários da radioterapia?

Como em qualquer tratamento médico, cada pessoa reage de forma diferente. Alguns efeitos podem surgir, tais como: cansaço, reações na pele e nalguns casos, perda de apetite.


Geralmente ocorrem no final da segunda semana de tratamento e os sinais e sintomas são acompanhados pelo terapeuta diariamente, que encaminha o doente ao médico e à enfermeira, no caso de serem necessárias quaisquer intervenções.

Habitualmente, os sintomas desaparecem, poucas semanas depois de terminado o tratamento.

Esclarecimentos

Essas radiações não são visíveis e durante a sua aplicação não sentirá nada.