Um médico radioncologista irá examiná-lo. É aconselhável que leve consigo todos os exames que tiver feito até ao momento. Se o médico tiver dúvidas, pode ainda pedir mais alguns exames.

No dia marcado para o seu primeiro tratamento vamos fazer-lhe uma simulação. Como a palavra sugere, vamos simular o seu tratamento, para verificar, que todas as condições estão de acordo com o planeado.  Vamos deitá-lo numa máquina idêntica àquela onde vai fazer os seus tratamentos, chamada Simulador e marcar no seu corpo alguns traços a caneta, como se fossem linhas de orientação que permitirão posicioná-lo sempre na mesma posição.


Nalgumas situações e para que a irradiação atinja somente a área a ser tratada, poderá ser feito um molde de plástico (como se fosse uma máscara), para ajudar a manter a cabeça sempre na mesma posição. Essa máscara é guardada para si, durante todo o período do seu tratamento.

Para planear o seu tratamento, o médico vai mandar fazer uma Tomografia Computorizada de Planeamento, que pode ser feita no mesmo dia da primeira consulta, já que este exame é feito nas nossas instalações.

Com os resultados obtidos da Tomografia de Planeamento, o médico vai fazer a delimitação do tumor e informar os físicos e técnicos de dosimetria, da dose de radiação a aplicar. Estes, por sua vez, vão elaborar um plano personalizado do seu tratamento, através de potentes sistemas de informação específicos para o cálculo de dose, por forma a assegurar que a dose administrada ao tumor seja aquela que foi prescrita e que os tecidos sãos ficam devidamente protegidos.


O Médico acompanha os procedimentos e dá a sua validação.

No mesmo dia em que faz a simulação, fará também o seu primeiro tratamento.


Os terapeutas vão posicioná-lo na mesa do acelerador (é este o nome da máquina onde vai ser tratado), exatamente na mesma posição em que lhe fizeram a simulação. A diferença é que aqui será feito o tratamento e os terapeutas vão acionar a máquina que começará a girar à sua volta, sem lhe tocar, dirigindo a radiação à zona onde está o seu tumor.


Como já dissemos antes, não vai sentir absolutamente nada.


Fique tranquilo e imóvel, seguindo as instruções dos terapeutas. Eles estão sempre a vigiá-lo através dos ecrãs, garantindo que tudo corre como previsto.


A duração do seu tratamento depende da zona que está a tratar e pode demorar entre dois e 15 minutos, aproximadamente.

De acordo com a localização do tumor, pode ser feita Radioterapia Externa ou Braquiterapia, ou ambas.

Na Radioterapia Externa a radiação é emitida por um aparelho direcionado ao local a ser tratado, com o paciente deitado. Estes tratamentos são diários e podem durar 25 a 40 dias, aproximadamente. As exceções a estes tempos, podem ocorrer e habitualmente para menos tempo, entre um a 10 dias. Nessas situações particulares, o seu médico explicar-lhe-á porque é que isso acontece.

Na Braquiterapia o médico coloca aplicadores em cavidades naturais do corpo. Estes servem de guia para o posicionamento da fonte de radiação o mais próximo possível do tumor. Este tratamento é realizado, ou não, sob anestesia, dependendo dos casos e são normalmente feitas três ou quatro aplicações, uma vez por semana.

É importante que não falte nenhum dia! As ausências podem prejudicar o sucesso do tratamento.

Consulta Médica

Planeamento do tratamento

Dosimetria (tarefa feita pela Física Médica)

Simulação do tratamento

Tratamentos

1ª. Etapa

2ª. Etapa

3ª. Etapa

4ª. Etapa

5ª. Etapa

Etapas do Tratamento